Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Dilma diz que pior parte da campanha foram as ‘mentiras sorrateiras’

Posted in Política by leonardomeimes on 02/10/2010

Candidata do PT pregou a continuidade do governo Lula em coletiva concedida no ABC paulista

Gustavo Porto, da Agência Estado
SÃO PAULO – A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, afirmou que a pior parte desta campanha foram “as mentiras sorrateiras que saíram do baixo mundo da política, de quem não tem coragem de sair a público”. Ela concedeu uma breve entrevista na manhã deste sábado, 2, véspera das eleições, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, de onde sairá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para uma carreata pelas ruas centrais da cidade.

Dilma evitou falar em um eventual segundo turno com o candidato tucano José Serra e não cedeu nem mesmo ao ser indagada qual seria a sua estratégia caso as eleições não sejam decididas amanhã. “Não vou decidir segundo turno e nem o primeiro. É prudente aguardar”, afirmou.

A candidata pregou durante toda a entrevista a continuidade do governo Lula. Citou várias realizações do presidente, como o Bolsa-Família, o programa Luz para Todos, o aumento no número de empregos, relacionando-as com as viagens que fez durante sua campanha.

Dilma pediu que o eleitor, ao votar amanhã, decida-se por “continuar a trajetória de mudança” ou pelo retorno “do período de estagnação, desemprego e paralisia”, numa referência ao governo anterior de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), do partido do seu adversário José Serra.

A candidata do PT afirmou ainda que o Brasil tem chances de ser uma das maiores economias do planeta e que este objetivo só será atingido se o trabalho do presidente Lula continuar. Ela voltou a prometer que irá erradicar a miséria no País e dar uma renda de classe média para todos os brasileiros.

Por fim, Dilma agradeceu a imprensa, disse que prefere “mil vezes as vozes críticas ao silêncio da ditadura”. Ela considerou o encerramento da campanha em São Bernardo do Campo como simbólico.

No ABC paulista, o presidente Lula tornou-se conhecido nacionalmente ao liderar greves quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, nas décadas de 70 e 80.

A carreata prevista para esta manhã sairá do sindicato, seguindo até a igreja matriz do município. O local, durante a greve dos 41 dias em 1980, serviu como sede do sindicato à intervenção do governo federal que considerou o movimento ilegal.

O presidente Lula não quis falar com a imprensa.

Anúncios

Em 4 denúncias, Folha erra em uma e mente em três

Posted in Política by leonardomeimes on 01/10/2010

Em 4 denúncias, Folha erra em uma e mente em três

É difícil manter a serenidade frente ao jornalismo praticado pela Folha de S. Paulo. Das 4 irregularidades apuradas na massaroca de denúncias do jornal contra o governo Lula, 3 eram mentira pura e simples. Não é possível dizer se o malabarismo do jornal para manter sua farsa pró-Serra é má-fé ou apenas incompetência, provavelmente uma mistura das duas coisas. Ao invés de reconhecer que as denúncias que fez, baseadas na palavra de bandidos condenados, foram desmentidas pelas investigações da CGU, a Folha reapresenta a massaroca com um ilegível “infográfico” e a manchete: “Novo lobby da casa civil”. O artigo é de Jorge Furtado.

Jorge Furtado

Publicado originalmente no Blog do Nassif

É difícil manter a serenidade frente ao péssimo jornalismo praticado pela Folha de S. Paulo. Das 4 irregularidades já apuradas na massaroca de denúncias do jornal contra o governo Lula, 3 eram mentira pura e simples:

1. O tal contrato intermediado por Rubnei Quícoli, a única fonte da Folha para algumas das calúnias que publicou (ver: http://www.casacinepoa.com.br/o-blog/jorge-furtado/cara-da-folha-de-s-paulo) era mentira, não passou de um delírio e tentativa de chantagem feito por um picareta, acolhido pela Folha. Não é possível afirmar se o malabarismo do texto do jornal para manter sua farsa pró-Serra é má-fé ou apenas incompetência, provavelmente uma mistura das duas coisas: “Como a Folha mostrou, o representante da EDRB, Rubnei Quícoli, afirma que… ” A Folha mostrou que o picareta afirma que… Cruzes!

2. O “suborno do Tamiflu” inventado pela Veja também era mentira: “não se vislumbrou qualquer oportunidade para a alegada cobrança de propina”, diz a CGU.

3. Segundo a CGU, também não foram encontradas irregularidades na contratação de escritório de advocacia ligado ao irmão de Erenice e na aplicação de multas de uma empresa de mineração do marido da ex-ministra. Mais uma mentira.

O que sobrou, segundo a Controladoria Geral da União foram, numa auditoria ainda não concluída, “indícios de irregularidade em contratos de R$ 2 milhões”, que a incompetência/má-fé da Folha transforma em “irregularidades de 2 milhões” (Se você faz parte da minoria de leitores do jornal com alguma capacidade de raciocínio, talvez considere que irregularidades num “contrato de dois milhões” possam ser “irregularidades de 10 ou 100 reais” e não “irregularidades de 2 milhões”). A única relação dos supostos indícios de irregularidade da investigação não concluída é que o irmão da ministra trabalhava nos projetos. Foi o que sobrou das calúnias do jornal contra a honra de várias pessoas.

Ao invés de reconhecer que as graves denúncias que fez, baseadas na palavra de bandidos condenados, foram desmentidas pelas investigações da CGU, a Folha reapresenta a massaroca com um ilegível “infográfico” e a manchete: “Novo lobby da casa civil”.

A Folha trata seus leitores como idiotas. Deve saber com quem fala.

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=17014

Cadê as notícias sobre a ligação do Serra?

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 01/10/2010

Um dia após a notícia de que Serra teria intervido diretamente numa decisão do Supremo, pelo ministro Gilmar Mendes, a imprensa já não está mais noticiando o ocorrido… Que imprensa de merda heim?

Se fosse o presidente Lula que fizesse isso já teriam pedido o impeachment, se fosse a Dilma pediriam a cassação da candidatura por ela ter tentado intervir em uma decisão que tem influência direta na eleição, mas já que é o Serra, o padrinho da Globo, da Folha, do Estadão, da Veja, e de Gilmar Mendes, ninguém diz nada.

Gilmar é o mesmo ministro que libertou Daniel Dantas… cuja filha era sócia de Verônica Serra na Decidir.com quando quebraram o sigilo de milhões de brasileiros…

Ou seja as ligações de Serra com o Gilmar Mendes são suficientes para se considerar uma tentativa de golpe eleitoral e de intervenção na jurisdição do supremo.

Isso daria cadeia se fosse a Dilma ou o Lula.

Serrinha corpo fechado, nele ninguém toca…

 

Leonardo Meimes

JOSÉ SERRA PRIVATIZOU A VALE DO RIO DOCE, DIZ FHC: E SERRA VAI PRIVATIZAR A PETROBRAS

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 30/09/2010

Gilmar Mendes falou com José Serra antes de pedir suspensão da sessão do STF

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 30/09/2010

Redação Carta Capital 30 de setembro de 2010 às 10:07h

Repórteres da Folha de S.Paulo flagram pedido de ligação do candidato para o ministro. Foto: Gil Ferreira/STF

O ministro Gilmar Mendes recebeu uma ligação do candidato José Serra antes de pedir a interrupção da sessão de ontem do STF que julgava o recurso do PT contra a obrigatoriedade de apresentação de dois documentos na hora da votação.

A matéria está na capa da Folha de S.Paulo desta quinta-feira 30. Serra foi flagrado pelos repórteres do jornal quando pediu a ligação para um assessor e quando atendia ao retorno de Mendes. O jornal publica uma foto do momento em que eles conversavam, por volta das 14 horas de ontem. O dois, no entanto, negaram a conversa.

A sessão do Supremo foi suspensa quando a votação apresentava o placar de 7 X 0 a favor do recurso.  Sua aprovação já estava assegurada, pois restavam apenas 3 ministros para votar. Foi quando o ministro Gilmar Mendes, que daria o oitavo voto,  pediu mais tempo para estudar melhor o processo.

O pedido causou perplexidade entre os presentes. Mendes afirmou que “tentaria” firmar uma posição até o dia de hoje.

O STF tem até esta sexta-feira para julgar o recurso. Caso não o faça, valerá para o dia 3 próximo a determinação do Tribunal Superior Eleitoral, que exige a apresentação dos dois documentos.

Serra é mau

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 29/09/2010

O modo tucano de operar: R$ 3 milhões mensais

Posted in Política by leonardomeimes on 23/09/2010

O deputado estadual Ary Rigo (PSDB), primeiro-secretário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul e principal operador político do governador serrista André Pucinelli, conta detalhes do esquema de corrupção.

Está tudo aí:  a  própria Assembléia, o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e o prefeito de Dourados (hoje incomunicável numa prisão estadual).

A grana era de R$ 3 milhões mensais.

Em Campo Grande e nas principais cidades do Estado a revolta toma conta da população. Em poucas horas mais de 50 mil pessoas viram no Youtube o vídeo abaixo, gravado sem que o tucano Ary Rigo soubesse.

Serra faz promessas, mas mostra desconhecimento sobre o Bolsa Família

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 22/09/2010

EDUARDO SCOLESE

EDITOR-ASSISTENTE DE PODER (sic)

Ao falar nesta terça-feira sobre a promessa de criar uma espécie de 13ª parcela do Bolsa Família, o presidenciável tucano, José Serra, demonstrou desconhecimento do principal programa de transferência de renda do país.
Numa rápida entrevista em São Paulo, Serra falou dois minutos sobre o Bolsa Família. Nesse intervalo, cometeu dois deslizes.
Primeiro vinculou equivocadamente o valor do salário mínimo aos critérios de inclusão no programa.
“O salário mínimo de R$ 600 [outra promessa do tucano] vai ampliar quantitativamente o número de famílias do Bolsa Família. Porque hoje o critério está relacionado com o salário mínimo. Meio salário mínimo per capita, alguma coisa assim. O salário mínimo sendo mais alto mais famílias entram no Bolsa Família”, declarou o tucano.
O valor do salário mínimo (R$ 510), na verdade, é usado para a inclusão das famílias no Cadastro Único. São cadastradas nesse banco de dados (coordenado pelo governo federal e abastecido pelas prefeituras) as famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (hoje R$ 255).
Já o critério para inclusão no Bolsa Família é outro. O “corte” de renda é definido com base em dados do IBGE e na inflação acumulada. Hoje estão aptos para receber o cartão aquelas com renda per capita mensal de até R$ 140. Ou seja, quanto maior o salário mínimo, em tese será menor o número de famílias atendidas pelo programa, já que avançaria também a renda por pessoa.
Na mesma entrevista desta terça, o segundo deslize de Serra veio ao discorrer sobre a necessidade de manter o benefício às famílias com pessoas empregadas. O tucano disse que definirá um prazo (“será mais de um ano”) no qual a família poderá acumular um novo emprego e o cartão do programa. Esse prazo já existe. É de dois anos e foi definido em decreto de 2008.
Hoje 12,6 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, todas elas antes incluídas no Cadastro Único, esse com cerca de 20 milhões de famílias e que serve como banco de dados oficial de pessoas de baixa renda.

Brucutus do Serra são campeões de baixaria na internet

Posted in Política by leonardomeimes on 22/09/2010

Paulo Henrique Amorim

A baixaria eleitoral na internet é antiga, mas nunca um candidato à Presidência reagiu a ela com tanta indignação quanto José Serra. Na segunda-feira 13, o tucano voltou a atacar o que chama de “blogs sujos” ligados à rival petista Dilma Rousseff. De acordo com ele, essas páginas na web teriam veiculado informações obtidas com a quebra do sigilo fiscal de figuras ligadas ao PSDB, entre elas o vice-presidente do partido, Eduardo Jorge. Em sabatina na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o presidenciável bradou: “Se essas pessoas fazem isso hoje, numa campanha, imaginem o que fariam com o poder nas mãos?”

É certo que uma parte truculenta da militância petista extrapola os limites do bom senso e do convívio democrático, mas nem chega perto dos brucutus pró-Serra que infestam a internet. É, ao menos, o que se pode concluir ao se analisarem dados coletados pelo Observatório das Eleições 2010, ligado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Web (o InWeb). Segundo o levantamento, nenhum outro candidato foi vítima de uma rede tão feroz de boataria e ataques rasteiros como Dilma Rousseff. Especialmente no Twitter, rede social na qual os usuários podem se esconder atrás de perfis falsos.

Como diz o Ciro Gomes:  Serra numa campanha garantia de baixaria.

O escândalo no governo do Mato Grosso do Sul que a Globo não exibiu

Posted in Política by leonardomeimes on 21/09/2010

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,