Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Corrupção nas obras do metro do governo PSDB em SP

Posted in Política by leonardomeimes on 22/02/2011

O Serra, o Alckmin e o PSDB está garantindo sua parte na corrupção em SP, como sempre.

O estado mais rico, a cidade mais rica do país é a pior para se viver, a mais desestruturada e a menos planejada, é isso que dá quase 16 anos de PSDB…

 

Anúncios

Governo Serra: o desastre da Educação em números (2)

Posted in Política by leonardomeimes on 06/10/2010

http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.com/2010/10/05/governo-serra-o-desastre-da-educacao-em-numeros-2/

A Receita total aumentou significativamente, para o Governo Serra, sem o correspondente aumento do orçamento da Educação.

O Governo Serra não prioriza a educação e a saúde e sim as obras que dão visibilidade.

Ainda assim, se o Serra mantivesse o percentual do período 2002-2005 o orçamento da Educação teria dobrado, permitindo pagar salários decentes aos professores.

A seguir apresento o gráfico com os percentuais da Educação em relação à Receita total.

***

Os gráficos que apresentamos nesse trabalho foram processados pelo DATAFBI, a partir de dados extraídos dos Projetos de Lei Orçamentária do Governo de São Paulo, no período 2002-2010.

Todos os valores foram atualizados para 2010, pelo IPCA.

Com esses gráficos, encerramos a série sobre o desastre da Educação em números.

A próxima sequência será relativa á Saúde.

Sempre lembrando que esses números devem ser divulgados amplamente, via internet, porque as Organizações Serra não irão fazê-lo.

5 05UTC outubro 05UTC 2010

Governo Serra: o desastre da Educação em números (1)

Posted by augustodafonseca13 under Uncategorized | Etiquetas: , , |
[5] Comments

Atendendo a pedidos, estou re-publicando os dois posts referentes aos números orçamentários da Educação, no Estado de São Paulo, que mostram que não é absurdo – como diz o Serra – dar uma aumento decente aos professores e demais profissionais da educação.

***

Os gráficos que apresentaremos nesse trabalho foram processados pelo DATAFBI, a partir de dados extraídos dos Projetos de Lei Orçamentária do Governo de São Paulo, no período 2002-2010.

Todos os valores foram atualizados para 2010, pelo IPCA.

O primeiro gráfico mostra a evolução da Receita Total, observando-se um grande salto em 2006, provavelmente às custas de forte aumento da carga tributária (mais tarde estudaremos as causas desse aumento), que foi bem superior ao crescimento do PIB e da renda.

Em 2006, ano de maior crescimento da Receita, houve uma redução de 16,6% do orçamento para a Educação.

O segundo gráfico mostra como evoluiu a Receita Total, paralelamente à destinação de recursos orçamentários para a Educação.

Esse gráfico, no formato de “boca de jacaré“, mostra a disparidade entre o crescimento da Receita e a involução do Orçamento da Educação.

Nos próximos posts, mostraremos outros gráficos importantes que permitirão entender porque a Educação não vai bem em São Paulo e porque os professores estão em greve.

A tabela abaixo mostra essa mesma  realidade através dos números.

Educação
2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
Orçamento Educação atualizado pelo IPCA (2010) 16,548 16,709 15,524 16,665 13,802 13,688 14,894 16,353 16,293
Crescimento Orçamento Educação em relação a 2002 0,0 1,0 -6,2 0,7 -16,6 -17,3 -10,0 -1,2 -1,5

***

Se tivesse fôlego e dinheiro, eu colocaria uma equipe de estagiários coletando informações sobre a execução orçamentária. Mas não tenho. Assim, se alguém quiser contribuir nesse trabalho agradeço.

Uma coisa é o orçamento e outra a execução. Minha hipótese, baseada na minha experiência de administrador público, é de que foi executado menos do que foi orçado, em todos os anos.

Gestão Serra + Kassab faz crescer o número de crianças sem ensino infantil em SP

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 04/10/2010

http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.com/2010/10/04/gestao-serrassab-faz-crescer-o-numero-de-criancas-sem-ensino-infantil-em-sp/

Mais uma vitória da Gestão Serrassab (Serra + Kassab): cresce o número de crianças sem ensino infantil em SP!

Trata-se do Programa “Emburrece São Paulo“, bem sucedido graças ao “modo demo-tucano de governar“, com o famoso “xoque de jestão” para enganar trouxas e desavisados.

Prestem atenção que o Serra vai repetir “ad nauseum” que o Brasil “pode mais” na Educação.

Se  nem em São Paulo, após 15 anos de gestão tucana, eles “puderam mais”, como farão para convencer que “poderão mais” no país?

Lembrar que a gestão da educação, no governo FHC, também foi um desastre em todos os níveis, especialmente no ensino técnico e universitário, que foi totalmente sucateado, tendo sido recuperado e ampliado pelo Governo Lula, às custas de muita determinação e visão estratégica.

Leiam o que diz a matéria da insuspeita Folha Online (clique aqui para acessá-la):

“O deficit no ensino infantil na rede pública municipal de São Paulo registrou aumento de 22 mil vagas neste ano, somando 123.780 crianças até cinco anos, informa reportagem de Fábio Takahashi, publicada nesta quinta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

O total de crianças de quatro e cinco anos sem vaga na pré-escola cresceu 11 mil nomes, chegando a 45.496.

Nas creches (na faixa de zero a três anos), o deficit também aumentou 11 mil, para 78.284, segundo a Secretaria da Educação.

Na pré-escola, a prefeitura esperava acomodar mais alunos em novas unidades que não ficaram prontas.

As obras atrasaram. Das 142 novas escolas anunciadas em 2009 (85 mil vagas previstas), apenas 8 estão em construção. O restante do projeto da prefeitura deve ficar para o próximo ano.

O fim do deficit no ensino infantil até 2012 é uma das principais promessas de campanha da gestão Gilberto Kassab (DEM).”

***

Como se vê, essa é a verdade por trás da maciça propaganda do Governo Serra, bancada às custas dos contribuintes paulistas

Educação: o discurso falacioso do Serra e a dura realidade dos governos tucanos em SP

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 04/10/2010

http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.com/2010/10/04/educacao-o-discurso-falacioso-do-serra-e-a-dura-realidade-dos-governos-tucanos-em-sp/

O site do PSDB elogia (é óbvio, não questiono isso) o discurso do Serra, afirmando tratar-se de um diagnóstico completo dos problemas e soluções para o Brasil.

Há, entretanto, um abismo entre o que Serra propõe para o Brasil e a dura realidade dos quinze anos de governo tucano o Estado de São Paulo. Sem falar no desastre que foi o Governo FHC nessa área, destacando-se o sucateamento das Universidades Federais.

Vamos ver o que disse o Serra, comparado ao que já publicamos sobre os números dos governos tucanos, entre 2002 e 2010.

Comecemos pela Educação (o texto do discurso foi extraído do site do PSDB. Clique aqui)

“•Educação

A melhora do aprendizado na sala de aula é considerada “condição fundamental” por Serra, que também defendeu mais recursos para o setor, bons prédios, serviços adequados de merenda, transporte escolar e atividades esportivas e culturais.

“O melhor caminho para o sucesso e a prosperidade do país será a matrícula numa boa escola”, resumiu. Serra voltou a defender a expansão do ensino técnico e profissional como instrumento de geração de emprego para os jovens.”

***

Agora os números dos orçamentos dos governos Alckmin e Serra, no período 2002-2010.

A Receita Total cresceu bastante e o Orçamento da Educação não saiu do lugar!

***

***

***

Como se vê, o Serra diz que fará no Brasil o que ele e o Alckmin não fizeram em São Paulo.

A Receita Total cresceu bastante e o Orçamento da Educação não saiu do lugar!

***

Os gráficos apresentados foram processados pelo DATAFBI, a partir de dados extraídos dos Projetos de Lei Orçamentária do Governo de São Paulo, no período 2002-2010.

Todos os valores foram atualizados para 2010, pelo IPCA.

Bastante atenção nos números que o “economista” José Serra apresenta para fundamentar seus factóides. Ele não atualiza valores para um mesmo referencial. Assim, fica fácil para ele dizer que aumentou os investimentos. Quando estes são atualizados para 2010, constata-se que não só não aumentou como diminuiu.

Lula indicado para a lista do Premio Nobel da Paz 2010‏

Posted in Política by leonardomeimes on 22/09/2010

Andrea Schilz

O Nobel da Paz é um dos cinco Prémios Nobel, legado pelo inventor da dinamite, o sueco Alfred Nobel. Os prémios de Física, Química, Fisiologia/Medicina, Literatura e Economia são entregues anualmente em Estocolmo, sendo o Nobel da Paz atribuído em Oslo. O Comité Nobel norueguês, cujos membros são nomeados pelo Parlamento norueguês, tem a função de escolher o laureado pelo prémio, que é entregue pelo seu presidente actualmente o ex-primeiro-ministro, ex-ministro dos negócios estrangeiros, ex-presidente do Stortinget (parlamento) e actual Secretário-Geral do Conselho da Europa Sr. Thorbjørn Jagland.

Actualmente há um sexto prémio: o Nobel da Economia também atribuído pela Academia Real das Ciências Sueca. Este prémio instituído em 1968, comemorando o 3º centenário do Banco Central da Suécia (Sveriges Riksbank) é oficialmente designado “Pris i ekonomisk vetenskap till Alfred Nobels Minne (Prémio em ciência económica à memória de Alfred Nobel).

Na altura da morte de Alfred Nobel, a Suécia e a Noruega estavam em União desde 14 de janeiro de 1814, pela qual o parlamento sueco ficava responsável pela política internacional, estando o Stortinget (Parlamento norueguês) apenas encarregado da política interna norueguesa. (A União desfez-se de uma forma pacífica a 13 de Agosto de 1905). Alfred Nobel decidiu, assim, que fosse a Noruega a decidir o laureado pelo Nobel da Paz, de forma a prevenir a influência de poderes políticos internacionais no processo de atribuição do Nobel.

De acordo com a vontade de Alfred Nobel, o prémio deveria distinguir “a pessoa que tivesse feito a maior ou melhor acção pela fraternidade entre as nações, pela abolição e redução dos esforços de guerra e pela manutenção e promoção de tratados de paz”.

Ao contrário dos outros prémios Nobel, o Nobel da Paz pode ser atribuído a pessoas ou organizações que estejam envolvidas num processo de resolução de problemas, em vez de apenas distinguir aqueles que já atingiram os seus objetivos em alguma área específica. É, portanto, um prémio Nobel com características próprias.

A Jornalista Leda do Prado , apresentou em novembro de 2009, um programa de tv: especial para o Presidênte da Republica, futuro candidato ao Premio Nobel da PAZ-Presidênte : pela sua mediação nos grandes Conflitos Internacionais,taís como:IRAN , ESTADOS UNIDOS , VENEZUELA ,COLONBIA .V. Excelencia Sr. Luís Inácio Lula da Silva.

Serra faz promessas, mas mostra desconhecimento sobre o Bolsa Família

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 22/09/2010

EDUARDO SCOLESE

EDITOR-ASSISTENTE DE PODER (sic)

Ao falar nesta terça-feira sobre a promessa de criar uma espécie de 13ª parcela do Bolsa Família, o presidenciável tucano, José Serra, demonstrou desconhecimento do principal programa de transferência de renda do país.
Numa rápida entrevista em São Paulo, Serra falou dois minutos sobre o Bolsa Família. Nesse intervalo, cometeu dois deslizes.
Primeiro vinculou equivocadamente o valor do salário mínimo aos critérios de inclusão no programa.
“O salário mínimo de R$ 600 [outra promessa do tucano] vai ampliar quantitativamente o número de famílias do Bolsa Família. Porque hoje o critério está relacionado com o salário mínimo. Meio salário mínimo per capita, alguma coisa assim. O salário mínimo sendo mais alto mais famílias entram no Bolsa Família”, declarou o tucano.
O valor do salário mínimo (R$ 510), na verdade, é usado para a inclusão das famílias no Cadastro Único. São cadastradas nesse banco de dados (coordenado pelo governo federal e abastecido pelas prefeituras) as famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (hoje R$ 255).
Já o critério para inclusão no Bolsa Família é outro. O “corte” de renda é definido com base em dados do IBGE e na inflação acumulada. Hoje estão aptos para receber o cartão aquelas com renda per capita mensal de até R$ 140. Ou seja, quanto maior o salário mínimo, em tese será menor o número de famílias atendidas pelo programa, já que avançaria também a renda por pessoa.
Na mesma entrevista desta terça, o segundo deslize de Serra veio ao discorrer sobre a necessidade de manter o benefício às famílias com pessoas empregadas. O tucano disse que definirá um prazo (“será mais de um ano”) no qual a família poderá acumular um novo emprego e o cartão do programa. Esse prazo já existe. É de dois anos e foi definido em decreto de 2008.
Hoje 12,6 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, todas elas antes incluídas no Cadastro Único, esse com cerca de 20 milhões de famílias e que serve como banco de dados oficial de pessoas de baixa renda.

“Eles querem ganhar no tapetão, companheiros!”

Posted in Política by leonardomeimes on 22/09/2010

Lula voltou a criticar a imprensa golpista, corrupta e sem-vergonha
O presidente Lula voltou a criticar a imprensa golpista, corrupta e sem vergonha (os adjetivos são por minha conta, o presidente não chegou a dizer), de querer trapacear todas as eleições, forjando escândalos às vésperas das eleições e fazendo tramóias com o candidato da elite arcaica, José Serra (PSDB/SP), a bola da vez.
Foi nesta quinta-feira, durante cerimônia de inauguração do trecho da Ferrovia Norte-Sul, em Porto Nacional, em Tocantins.
Eis os principais trechos do discurso:
Vocês estão acompanhando a imprensa, vocês vêem pela internet, vocês assistem a televisão, vocês ouvem rádio, e vocês veem, às vezes, chega quase a beirar ódio, porque eles ficam torcendo, desde o começo, para o Lula fracassar…
Chega na época da campanha, vocês já viram: eu já fui vítima do que está acontecendo hoje.
Agora, o que eles não percebem é que nós aprendemos, o que eles não percebem é que o povo de 2010 não é mais massa de manobra como era o povo de 30 anos atrás.
Eles já não podem colocar alguém para mentir e achar que o povo vai acreditar. Eles têm que perceber que o povo está sabendo que quando escrevem coisas erradas é mentira, que quando falam coisas erradas é mentira.
Não tem mais aquele negócio: deu na televisão é verdade, acabou. É verdade, quando é verdade.
Mas o povo sabe quando é mentira, o povo sabe quando eles estão tentando mistificar coisas…
Não tem uma revista internacional, seja francesa, inglesa, americana, alemã, que não tenha a capa elogiando a economia brasileira, elogiando a agricultura brasileira, elogiando o governo brasileiro.
Agora, daqui eu entendo tudo e percebo como é que tem, às vezes, má-fé…
… acho que liberdade de imprensa é uma coisa sagrada, para a gente fortalecer a democracia no nosso país. Agora, a liberdade de imprensa não significa que você pode inventar coisas o dia inteiro. Liberdade de imprensa significa que você tem liberdade para informar corretamente a opinião pública para fazer crítica política e não, e não o que a gente assiste de vez em quando.
De qualquer forma, eu já aprendi muito… Eu já tomei tanta chibatada que as minhas costas são mais grossas do que casco de tartaruga. Aqui, não adianta bater mais, não adianta bater mais. Se quiser dialogar, tem diálogo; se quiser conversar, vamos conversar. Agora, tem que entender o seguinte: um torneiro mecânico, que tem apenas o quarto ano primário e um diploma de torneiro, conseguiu fazer mais do que muita gente da elite fez neste país.
Inaugurado novo trecho da Ferrovia Norte-Sul
Em Porto Nacional, Lula inaugurou o trecho da Ferrovia Norte-Sul, que liga o Pátio Multimodal de Colinas do Tocantins ao Pátio Multimodal de Palmas/Porto Nacional, com extensão de 256 quilômetros e investimento de R$ 1,1 bilhão.
Segundo o Ministério dos Transportes, além do trecho concluído, serão entregues para exploração comercial os Pátios Multimodais de Palmas/Porto Nacional e o de Guaraí/Tupirama. (Da Agência Brasil)

O escândalo no governo do Mato Grosso do Sul que a Globo não exibiu

Posted in Política by leonardomeimes on 21/09/2010

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Dilma lembra que assessor de Serra sumiu com R$ 4 milhões

Posted in Política by leonardomeimes on 21/09/2010

Daniel Bezerra, editor geral

Fonte: http://blogdadilma.blog.br/2010/09/dilma-lembra-que-assessor-de-serra-sumiu-com-r-4-milhoes.html

A presidenciável Dilma Rousseff recorreu ontem a um dos mais recentes escândalos que eclodiram dentro do PSDB para desqualificar os novos ataques do candidato de oposição ao Governo Lula, José Serra. Desde sábado, Serra vem usando as denúncias sobre supostos tráfico de influência e pagamentos de propina a funcionários da Casa Civil, que Dilma chefiou, para afirmar que ela “ou não é capaz ou é cúmplice”. A candidata reagiu ontem.

“Nem uma coisa, nem outra. Sabe por quê? Não acredito que alguém saiba tudo o que está acontecendo na sua própria família. E também não acredito que alguém saiba tudo o que acontece no governo. Até porque eu tenho lido que o presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), que ele (Serra) nomeou, sumiu com R$ 4 milhões da campanha dele”.

A referência de Dilma é alusiva ao caso do engenheiro Paulo Vieira de Souza revelado no início de agosto pela revista IstoÉ. Baseada em “oito dos principais líderes e parlamentares do PSDB”, a revista conta que Paulo Vieira de Souza, “também conhecido como Paulo Preto ou Negão, teria arrecadado pelo menos R$ 4 milhões para as campanhas eleitorais de 2010, mas os recursos não chegaram ao caixa do comitê do presidenciável José Serra”.

A uma fonte citada como “ex-secretário do governo paulista que ocupa lugar estratégico na campanha de José Serra à Presidência”, a revista atribuiu ainda a seguinte declaração.

“Não podemos calcular exatamente quanto o Paulo Preto conseguiu arrecadar. Sabemos que foi no mínimo R$ 4 milhões, obtidos principalmente com grandes empreiteiras, e que esse dinheiro está fazendo falta nas campanhas regionais”.

Os R$ 4 milhões seriam referentes apenas ao valor arrecadado antes do lançamento oficial das candidaturas, o que impede que a dinheirama seja declarada, tanto pelo partido como pelos doadores.

“Essa arrecadação foi puramente pessoal. Mas só faz isso quem tem poder de interferir em alguma coisa. Poder, infelizmente, ele tinha. Às vezes, os governantes delegam poder para as pessoas erradas”,

disse à ISTOÉ Evandro Losacco, membro da Executiva do PSDB e tesoureiro-adjunto do partido.

Até abril, Paulo Preto ocupou posição estratégica no Governo Serra. Escolhido e nomeado pelo então governador, foi diretor de engenharia da Dersa, a estatal paulista responsável por algumas das principais obras viárias, inclusive o Rodoanel, orçado em mais de R$ 5 bilhões, e a ampliação da marginal Tietê, orçada em R$ 1,5 bilhão.

“No caso do Rodoanel, segundo um dirigente do PSDB de São Paulo, cabia a Paulo Preto fazer o pagamento às empreiteiras, bem como coordenar as medições das obras, o que, por força de contrato, determina quanto a ser pago às construtoras e quando. No Diretório Estadual do partido, nove entre dez tucanos apontam a construção do eixo sul do Rodoanel como a principal fonte de receita de Paulo Preto”

, publicou a revista.

Outras fontes tucanas disseram que o elo principal de Paulo Preto com o PSDB é ou era Aloysio Nunes Ferreira, ex-secretário da Casa Civil de Serra e candidato do partido ao Senado. Paulo e Aloysio são amigos há mais de 20 anos.
“O nome do engenheiro”, lembrou a revista, “está registrado em uma série de documentos apreendidos pela Polícia Federal durante a chamada Operação Castelo de Areia, que investigou a construtora Camargo Corrêa entre 2008 e 2009. No inquérito estão planilhas que listam valores que teriam sido pagos pela construtora ao engenheiro. Seriam pelo menos quatro pagamentos de R$ 416,5 mil entre dezembro de 2007 e março do ano seguinte. Apesar de o relatório de inteligência da PF citar o nome do engenheiro inúmeras vezes, Paulo Preto não foi indiciado e, em janeiro, o inquérito da Operação Castelo de Areia foi suspenso por causa de uma liminar concedida pelo Superior Tribunal de Justiça.” Brasília Confidencial –

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Mídia e militares: saudades de 1964?

Posted in Política by leonardomeimes on 21/09/2010

Sergio Lirio

Fonte: http://www.cartacapital.com.br/politica/midia-e-militares-saudades-de-1964

Eis o clima na reta de chegada da sucessão presidencial

Momento máximo da loucura da campanha eleitoral. A mídia insiste na tese de que o governo Lula e o PT tem um projeto autoritário e pretendem calar a imprensa “livre’ (embora seja incapaz de apontar um caso concreto nos últimos oito anos de tentativa de restrição à liberdade de expressão). Ao mesmo tempo, parte da mídia se associa aos militares para defender sua suposta autonomia ameaçada. Ou não é isso que se pode concluir sobre o seminário marcado para a quinta-feira 23 na sede do Clube Militar, no Rio de Janeiro? Intitulado “A democracia ameaçada: restrições à liberdade de expressão”, o debate reunirá Reinaldo Azevedo e Merval Pereira, entre outros.

Da última vez que a mídia juntou-se aos militares em nome da “liberdade e da democracia”, deu no que deu: 21 anos de ditadura, com todos os seus custos à sociedade e à própria imprensa. Na mesma quinta 23, movimentos sociais farão um ato em São Paulo contra o que chamam de “mídia golpista”. O evento paulista já mereceu diversas críticas nos meios tradicionais de comunicação, que apontam um aparelhamento por parte do PT cujo intuito seria limitar o trabalho intrépido da “imprensa livre”.

O “debate” no Clube Militar, área de recreação de oficiais saudosos dos tempos da repressão, não mereceu nenhum registro. Muito menos críticas. É a imparcialidade de sempre.

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,