Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Registro de candidatura de oito presidenciáveis está com problema, diz TSE

Posted in cidadania, Política by leonardomeimes on 22/07/2010

22/07/2010 – 13h57

DE SÃO PAULO

O registro de candidatura de oito dos nove candidatos à Presidência precisa ser regularizado, informa o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Com exceção de Marina Silva (PV), todos os presidenciáveis têm pendências relativas a algum dos documentos exigidos por lei.

Nesta quinta-feira, o presidente do tribunal, ministro Ricardo Lewandowski, intimou os candidatos para que regularizem a situação. O prazo termina na segunda-feira.

No pedido feito por Dilma Rousseff (PT) e por seu vice, Michel Temer (PMDB), não há a indicação dos cargos que eles ocupam nas atas das convenções partidárias.

José Serra (PSDB) e seu vice, Indio da Costa (DEM), têm problemas com a certidão criminal. Todos os outros candidatos também tem pendências com as certidões criminais.

Ivan Pinheiro (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO), Levy Fidelix (PRTB), José Maria Eymael (PSDC) e Zé Maria (PSTU) precisam ainda reapresentar as propostas de governo. Plínio de Arruda Sampio (PSOL) só tem pendências com as certidões criminais.

Já o vice de Rui Costa Pimenta, Edson Dorta, tem problemas com a declaração de bens.

Os pedidos serão julgados pelo plenário do TSE até o dia 5 de agosto.

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Para Lula, a campanha de José Serra ‘perdeu o rumo’

Posted in cidadania, Política by leonardomeimes on 21/07/2010

José Cruz/ABr

Aumentou a taxa de otimismo de Lula em relação às chances de vitória de Dilma Rousseff na sucessão presidencial de 2010.  Em privado, o presidente diz que Dilma “pegou o jeito” de candidata. E avalia que a campanha de José Serra “perdeu o rumo”.

Acha que, ao vincular o PT ao narcotráfico, o vice de Serra, Índio da Costa (DEM), empurrou o rival tucano para uma radicalização que o prejudica.  Lula andava incomodado com Serra. Enxergava o discurso acomodatício do adversário de Dilma como uma “jogada inteligente”. Além de poupá-lo de críticas, Serra vinha escorando a campanha na promessa de manter e ampliar os programas que funcionam no governo.

Depois do “efeito Índio”, imagina Lula, ficou mais difícil para Serra dissimular a condição de candidato de oposição. Tomado pelo que disse nas últimas horas, o presidente planeja realçar a presença do DEM na chapa de Serra. Quer que o PT faça o mesmo. Para Lula, ao sair da sombra, Índio, “um vice despreparado”, grudou na imagem “progressista” que Serra tenta passar o contraponto conservador do “PFL”. O presidente só se refere ao partido aliado de Serra pelo nome antigo. Recusa-se a chamar o ex-PFL de DEM. Chegou o momento, segundo diz, de recordar o radicalismo com que os ‘demos’ se opuseram ao seu governo no Congresso.

Cita a derrubada da CPMF. Recorda que o PSDB esteve na bica de fechar um acordo que destinaria toda a arrecadação do tributo à saúde. Debita o envenenamento do quase-acordo à ação do “PFL”. E pergunta: como o Serra, ex-ministro da Saúde, vai explicar? Lula repete um mantra que ouve dos marqueteiros desde 2002, quando ainda era assessorado por Duda Mendonça: baixaria não dá votos, tira.

Viu nas últimas declarações de Dilma –“Não vou rebaixar o nível”— um acerto. Mantém a ideia de avocar para si a tarefa de “desconstruir” o discurso continuísta de Serra. Algo que pretende fazer, sobretudo, na propaganda de televisão. Vai ao ar a partir de 17 de agosto. Mas Lula já começou a gravar.

Lula repete entre quatro paredes algo que dissera a José Sarney há duas semanas. Ele soa convencido de que é grande a chance de Dilma prevalecer no primeiro turno. Nesta semana, virão à luz os resultados de novas pesquisas de opinião. Vai-se saber, então, se o otimismo de Lula já tem respaldo estatístico.

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ficha Limpa

Posted in Política, Uncategorized by leonardomeimes on 15/07/2010

Acompanhe seus candidatos e veja as certidões criminais e registros de processos contra todos os candidatos.

Se o seu já teve algum problema com a justiça ELIMINE-O

http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/jsp/index.jsp

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Com a verdade não se brinca

Posted in cidadania, Música, Política by leonardomeimes on 15/07/2010

Os latifundiários deveriam obedecer a constituição e dar seus milhares de hectares improdutivos para trabalhadores e sem terra, assim está escrito na constituição, porém o povo nunca é beneficiado pelas leis, apenas os latifundiários, que dizem que o MST  e os posseiros estão roubando a terra alheia…

Gente, esses ricos mentem e utilizam da lei para proteger suas terras improdutivas. Essa onda de “criminalização do MST” é a prova de que o povo Brasileiro está cada vez menos preocupado com as questões sociais e com os problemas que poderiam ser facilmente resolvidos.

Divide-se a terra e cria-se condições de vida e sustentabilidade para essas pessoas, impedindo que elas fiquem com a terra e sem condições para trabalhar nela (correndo assim o risco de terem que vender a terra novamente aos latifundiários).

Isso seria possível se um governo popular e não um governo que represente a bancada ruralista fosse colocado no poder, porém apenas os candidatos Plínio Sampaio e Marina Silva assumem esse perfil hoje em dia, junto com Dilma Houseff (que dificilmente irá contra os ruralistas).

O DEM e o PSDB tem sido as bancadas dos ruralistas há muitas décadas, e eles conseguiram acabar com a lei que proibia os desmatamentos, assim demos um passo a trás, novamente. Se um governo DEM+PSDB assumir teremos uma onda de criminalização dos movimentos trabalhadores (MST), novamente a concentração das terras e das riquezas nas mãos dos que já são elite, e novamente o desmatamento

Sejam muito seletivos na hora de votar, e por favor pensem no coletivo e não apenas no seu próprio bem estar e bolso.

 

 

Leonardo Meimes

Tagged with: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,