Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Aos políticos e aos pacifistas…

Posted in Política by leonardomeimes on 24/11/2011

William Shakespeare. Ricardo II. Tradução de Millor para a peça O Homem do Princípio ao Fim.

peço a Deus que nenhum de vós chegue ao fim da existência normal mas seja morto por qualquer acidente inesperado (…).


Se o céu reserva para ti pragas mais monstruosas do que as que te desejo, deve guardá-las até que amadureçam os teus pecados para só então despejar seu ódio sobre ti, destruidor da paz do pobre mundo!

Que o verme do remorso te roa, sem cessar, a alma! Que enquanto viveres duvides dos amigos como traidores e aceites como amigos os mais vis traidores. Que o sono jamais feche o teu olhar de vesgo a não ser para trazer um pesadelo horrendo que te atormente com um inferno de demônios medonhos. Tu, filho do inferno, marcado de nascença como escravo da natureza.

Tu que apodreceste o ventre de tua mãe; tu, fruto odiado do sêmen de teu pai!”

AOS PACIFISTAS!

Trechos da carta de Getúlio, conforme redigido no mesmo livro citado acima.

As forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim.

Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta.

Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.

Memória Fraca?!

Posted in Política by leonardomeimes on 18/08/2009

E ae pessoal, sou eu de novo…

Seguinte eu tenho percebido que o problema de memória fraca dos brasileiros tá piorando…

Se agente já esqueceu do Lalau, e da prisão do Maluf e seu filho (soltos por considerarem que era muito cruel prender pai e filho na mesma sela), eu acredito que seja demais já termos esquecido também dos Atos secretos, e das denúncias contra o Sarney.

Sarney (Atos secretos)

Lógico que o Sarney ainda pulula pela mídia, porém já estão inventando outro problema para “esconder” e fazer nosso povo “esquecer” do Sarney. Esse circo armado por uma suposta reunião da Dilma Houssef, não apenas serve para que as atenções sejam retiradas aos poucos do tema de Sarney, mas também para deixar abalada uma possível candidatura da Ministra.

Que pena… Dos 600 atos secretos corruptos apenas 64 foram para um julgamento e nenhum foi revogado. Ou seja uma pizza distribuída para cada um dos 600 sanguessugas que estão indevidamente trabalhando no senado.

Puta merda heim…

Leonardo Meimes

VOTO não funciona

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 17/08/2009

Dêem uma olhada nesse artigo de Marcela Rocha:

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3926269-EI6578,00-Jurista+Dalmo+Dallari+defende+o+fim+do+Senado.html

Quantas vezes vocês já pararam pra pensar que a democracia com é no Brasil não funciona porque o povo não sabe votar? Pensem bem comigo agora então. Primeiro quantos casos de corruptos que já foram presos e acusados das coisas mais escabrosas e que, no entanto, conseguem se re-eleger nas urnas devido ao voto de pessoas que não sabem o que estão fazendo? Vamos citar:  família Sarney, família Maluf, Collor, a família Magalhães, a família Garotinho…

jose-sarney

Todos criminosos comprovados, acusados e liberados é claro…

Lógico, eles é que se investigam, eles é que se dão uma pena… ele é qeu se perdoam. Funciona mais ou menos assim: A denúncia a corrupção de B, por motivos de briga partidária, então B denuncia a corrupção de A para rebater e assustar. Os jornais dizem à deus e o vento que todos são culpados e que todos são ladrões, ai A diz a B qeu se denhuma das denúncias for para ferente haverá paz… e os crimes são esquecidos para bem mútuo e AZAR da nação.

Alguém percebeu algo errado? Eles se acusam! São criminosos e nada é feito, dane-se que roubaram, entre eles uma mão lava a outra e nãohouve mais crime… Se fosse uma situação em que um pobre rouba um pão par comer, provavelemnte ele seria preso, e não haveria perdão do padeiro que remediasse sua situação…

E voto? Vceis acham que funciona? O povo não tem o compromisso com o voto correto, pois não está diretamente envolvido com avida política, o voto retira seus poderes, e a ignorância torna o voto algo perigoso.

Que tal fazer como Dalmo Dallari sugere, dissolver o senado? ou ir mais longe! Dissolver também o resto, nada de deputados nada de vereadores e nada de senadores. Fiquemos com decisões regionais tomadas pela comunidade. Ou então que cada cidadão tenha todo mês cinco ou seis pautas para ir em um cartório e votar, no fim a decisão do povo é que prevaleverá! O que naõ dá é deixar que cinco ou seis mandachuvas, multimilhonários, decidam pelo resto do povo o que é certo ou errado.

Fora Sarney? FORA TODO MUNDO!

Apenas colocar o povo no meio das decisões políticas irá dispertar a inteligência social que está adormecida, seja por meio de referendos mensais ou de decisões comunitárias.

 

Leonardo Meimes