Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Pedi tão pouco …

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 27/06/2014

Pedi tão pouco à vida e esse mesmo pouco a vida me negou. Uma réstia de parte de sol, um campo próximo, um bocado de sossego com um bocado de pão, não me pesar muito o conhecer que existo, o não exigir nada dos outros nem exigirem eles nada de mim… Isto mesmo me foi negado, como quem nega a esmola não por falta de boa alma, mas para não ter que desabotoar o casaco.

Fernando Pessoa, Livro do Desassossego (3. ed., 2014, p. 52).

Anúncios

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 20/01/2011


Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência, não pensar…

Fernando Pessoa

 

Em última análise, precisamos amar para não adoecer.

Sigmund Freud

 

… Random thoughts …

Posted in Uncategorized by leonardomeimes on 10/01/2011

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa

Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.

Provérbio Chinês

 

Todos os dias, quando acordo, vou correndo tirar a poeira da palavra amor…

Clarice Lispector