Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

Aos políticos e aos pacifistas…

Posted in Política by leonardomeimes on 24/11/2011

William Shakespeare. Ricardo II. Tradução de Millor para a peça O Homem do Princípio ao Fim.

peço a Deus que nenhum de vós chegue ao fim da existência normal mas seja morto por qualquer acidente inesperado (…).


Se o céu reserva para ti pragas mais monstruosas do que as que te desejo, deve guardá-las até que amadureçam os teus pecados para só então despejar seu ódio sobre ti, destruidor da paz do pobre mundo!

Que o verme do remorso te roa, sem cessar, a alma! Que enquanto viveres duvides dos amigos como traidores e aceites como amigos os mais vis traidores. Que o sono jamais feche o teu olhar de vesgo a não ser para trazer um pesadelo horrendo que te atormente com um inferno de demônios medonhos. Tu, filho do inferno, marcado de nascença como escravo da natureza.

Tu que apodreceste o ventre de tua mãe; tu, fruto odiado do sêmen de teu pai!”

AOS PACIFISTAS!

Trechos da carta de Getúlio, conforme redigido no mesmo livro citado acima.

As forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim.

Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta.

Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.

O país mais perigoso do mundo

Posted in História, Política, Uncategorized by leonardomeimes on 19/05/2010
Lula e Ahmadinejad

Lula e Ahmadinejad

Já estão falando por ai que o Irã está enganando o Brasil e a Turquia para ganhar tempo. O que agente não está falando é que há mais de 60 anos alguns países estão também nos enganando, produzindo armas químicas e de destruição em massa e impedindo outros países menores de produzirem.

Os EUA ainda possuem muitas bombas atômicas em seu arsenal de combate diário e, pasmem, as bombas de Hiroshima e Nagasaki tinham 49 Kt, as de hoje tem 1.2 Mt (1200 kilotons), sem contar as bombas B-53 (Mk-53) Bomb de nada menos que 9 Mt (9000 kilotons) um dano que poderia sumir com um continente.

B61-11

B61-11, leve rápido e muito forte

Os EUA vem secretamente produzindo bombas atômicas há muitos anos, sendo que um caso se tornou notório quando da descoberta da produção da bomba B61-11 de 400kt nos anos 1990, pelo governo Clinton, que foi enganado pelo exército. O exército disse que iria melhorar a segurança dos locais de estocagem das bombas e construiu outra bomba atômica moderna e muito mais forte que as de 1945.  Qual o perigo? O perigo é que os EUA já pensaram em utilizá-las durante o governo Bush para atacar a Líbia:

We could not take [Tarhunah] out of commission using strictly conventional weapons… the B61-11 would be the nuclear weapon of choice. Harold Smith ao Jane’s Defence Weekly

Nós não poderíamos retirá-lo [Tarhunah] de atuação utilizando apenas armas convencionais… o B61-11 seria a arma nuclear de escolha.

A intenção era atacar o arsenal de armas químicas da Líbia… Quanta hipocrisia.

Têm sido assim com os Estados Unidos, Rússia (Estado sucessor da União Soviética), o Reino Unido, França e China. Israel finge que não tem (aliás Israel poderia ser considerado o país mais NAZISTA do momento, com sua política de invasão e desrespeito à palestina). Os EUA declararam em 03/05/2010 segundo a Reuters “5.113 ogivas, contando as ativas, mantidas na reserva ou armazenadas de forma inativa”, e “1.968 ogivas ativas”. Logicamente eles estão “seguindo” o tratado de não proliferação mandando as 4 mil bombas que não funcionam mais para a lixeira e ficando apenas com as bombas que funcionam.

Napalm

Napalm

Além dessas bombas genocidas, as armas químicas também são uma ameaça e muito maior, considerando que dificilmente um país se livrará delas devido a lentidão de tratados de não proliferação. Os EUA tem estoques de Gás Mostarda e VX que são altamente letais e que não terão pudor de utilizar.

Já utilizaram no Vietnã o agente laranja, que causou câncer e deformações em todas as gerações de Vietnamitas até agora.

Consideremos o seguinte.

  1. Nagasaki

    Nagasaki

    Histórico de agressões: nos últimos anos EUA tem causado a maioria das grandes guerras que tivemos, incluindo Vietnã (armas químicas e armas de destruição em massa), Iraque, Afeganistão, Golfo e Guerra Fria (criação de arsenais nucleares).

  2. Histórico de uso: EUA são o único país que já utilizou bombas atômicas em civis (Hiroshima e Nagasaki), já utilizou armas químicas no Vietnã (agente laranga), já utilizou armas de destruição em massa no Vietnã (Napalm)…
  3. Tamanho do arsenal: Os EUA têm o maior arsenal em quantidade de todas as armas acima citadas. O suficiente para destruir a Terra umas 5 vezes.

Agora considere o seguinte: a grande maioria dos Americanos é de extrema direita, gosta de  uma guerra e o país sempre ganha muito (dinheiro) com as guerras que produz. Considere que Líbia, Irã e outros países do Oriente Médio têm estoques de petróleo muito grandes que os Americanos não podem deixar de explorar. Some tudo e o que temos?

O país mais perigoso do mundo

Imagine só se um Hitler entrar no poder nos EUA, ou em Israel… esses países têm históricos de extremismo e conflitos suficientes para tentar EXTERMINAR o mundo assim que algum Hitler assumir.