Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

O exemplo ofere…

Posted in Filosofia by leonardomeimes on 25/01/2013

O exemplo oferecido por aquela maneira de morrer, a liberdade e superioridade a todo sentimento de ressentimento – uma completa explicação de quão pouco ele foi compreendido! Tudo que Jesus podia esperar conseguir com a sua morte, em si mesma, foi oferecer a mais forte prova possível, ou exemplo, de seus ensinamentos de maneira mais pública… Seus discípulos, porém, estavam muito longe de perdoar sua morte – embora, se assim tivessem feito, concordariam com os evangélios no mais alto grau; e nem estavam eles dispostos a se oferecerem, com gentil e serena tranquilidade no coração, a semelhante morte… ao contrário, o que então os dominou foi o menos evangélico dos sentimentos, a vingança. Parecia impossível que a causa fosse parecer com a sua morte: tornavam-se necessários a “recompensa” e o “julgamento”… Mais uma vez surgiu no primeiro plano a crença popular no advento de um messias; a atenção se voltou para um momento histórico: o reino de deus viria, com o julgamento de seus inimigos… tudo isso, porém, redundava em um completo disparate: imagine-se o “reino de Deus” vindo no fim, como mera promessa!

Nietzsche mostra que as virtudes que o evangelio buscava espalhar foram minadas pelos próprios discípulos, que não souberam dar a outra face à tapa e tiveram ressentimento, quiseram vingança e como não tinham poder para isso profetizaram que um Reino de Deus viria ondo todos que fossem “maus” seriam julgados e condenados.

Nada próximo do exemplo que Jesus deu.

Tagged with: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: