Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

Posted in Política by leonardomeimes on 05/10/2010

UMA ROTA PARA O ‘ÔNIBUS-VERDE’

Talvez a ‘onda verde’ nem mesmo devesse ser classificada assim,como um impulso monocromático a expressar um bloco de interesses convergentes, exprimíveis por uma plataforma da qual Marina Silva seria a porta-voz. Talvez o voto em Marina tenha sido um voto de ocasião; uma espécie de parada numa loja de conveniência em rodovia de trânsito intenso para tomar um fôlego e retornar à pista depois que o tráfego se ordenar melhor. Misturam-se nesse ambiente, tucanos desiludidos com a campanha que desdenhou FHC; religiosos e moralistas turbinados pela guerra de calúnia contra Dilma Rousseff; jovens avessos ao pragmatismo adotado pelo PT no poder; desiludidos com o teor de corrupção no aparato público que a mídia fraudulenta descreve como uma singularidade petista; descontentes com a política em geral e,claro, ambientalistas de diferentes matizes, desde a progressista até conservacionistas de direita.

Talvez a melhor metáfora para o fenômeno Marina seja a do ‘ônibus catch all, no qual cabe de tudo, justamente porque o rumo é indefinido e assim foi preservado pelo tratamento obsequioso da mída ávida por uma candidatura-guincho que fizesse o trabalho pesado de içar Serra ao 2º turno. Quando Marina por um fugaz momento alvejou o tucano no último debate, questionando promessas sociais oportunistas,este sacou a arma e fuzilou algo do tipo: ‘vocês duas tem semelhanças; voce estava lá quando houve o mensalão’. A mídia não defendeu Marina delimitando assim os limites de sua simpatia verde.

Sem nunca ter dito para onde seguirá seu comboio, Marina encheu a lotação com 20 milhões de votos descontentes com algumas coisas para as quais ela ainda não ofereceu alternativa a negociar num 2º turno, exceto consensos, do tipo, ‘é preciso estratégia’. Se isso está correto, algumas consequencias se impõem:

a) o apoio de Marina é importante numa frente democrática progressista da qual ela é integrante histórica; mas esse apoio não necessariamente arrasta os votos que ela obteve ou a maioria deles. Para cada segmento desse voto é preciso uma resposta distinta–caso dos religiosos, por exemplo, hipnotizados pela questão do aborto;

b) uma parte desse eleitorado, com ou sem anuência da ex-ministra, é composta de conservadores de segunda chamada que irão, como sempre foram, engrossar a candidatura à direita no 2ª turno, como fizeram ao apoiar Collor em 1989, por exemplo;

c] deve a candidatura Dilma e a coligação que a apóia, mas sobretudo o PT, adotar um inserção mais aguerrida no debate político para explicitar diferenças turvadas no 1º turno, especialmente aquelas relativas à concepção de democracia e ao papel do Estado;

d] reverter a lógica do 1º turno em que o tema da Democracia foi sequestrado pela mídia demotucana com certa anuência do discurso institucional da candidatura Dilma, é vital para reconquistar o voto da juventude crítica ao governo;

e] a mídia demotucana inverteu os termos da equação acusando de autoritário o governo que realizou 74 conferencias nacionais temáticas com a participação de cerca de cinco milhões de pessoas no país.

f] demonstrar que a ampliação da democracia participativa é, de fato, a salvaguarda permanente da sociedade contra a corrupção e o fingimento eleitoreiro. Não apenas um antídoto ao ‘promessômetro” de Serra, como diz Marina, mas um respaldo indispensável ao próprio ideário ambientalista, afrontado ferozmente pela lógica neoliberal e seu anti-estatismo socialmente regressivo e ecologicamente predador.

http://www.cartamaior.com.br/templates/index.cfm?alterarHomeAtual=1&home=S

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: