Moscas Mortas Revolution – Página Inicial

CORRUPÇÃO SISTÊMICA – FHC, SERRA & CIA

Posted in Política by leonardomeimes on 23/09/2010

(*) Texto de Ester Neves

Fonte: Blog da Dilma

Penso que corrupção é tudo que se pratica no sentido de contribuir para o apodrecimento do tecido social e degradação da vida. Por esse prisma identifico a corrupção praticada em duas frentes: a chamada corrupção endêmica, porque é uma praga que campeia no seio da humanidade, em maior ou menor grau, desde que o homem existe sobre a face da terra, e a corrupção sistêmica. Essa favorecida pelas leis criadas sob a égide da moral do mundo cão em que vivemos, onde o que importa é o “ter” em detrimento do “ser”.

Como diria o meu saudoso pai, Serra promete “mundos e fundos, mas depois não dá nem fundos imundos”. Isso porque é da natureza do seu partido, por uma questão de filosofia e princípios doutrinários, adotar política econômica que não leva em conta as reais necessidades do povo. Entenda a política econômica do PSDB aqui.

Favorecem, primordialmente, a especulação financeira, em prejuízo da produção de riquezas efetivas. Uma política econômica que privilegia o capital alienígena em detrimento das condições de sobrevivência do povo (emprego e renda), e promove um verdadeiro genocídio ao redor do mundo, através da globalização. E depois o Sr. Serra vem dizer que é a favor da vida? Deveria ser honesto e admitir que é à favor da vida dos seus iguais, pois não é à toa que a sua filinha atua nessa área do capital especulativo, também chamado de moedas podres ou capital volátil, e enriqueceu.

Procure saber como funcionam as empresas offshores semeadas em paraísos fiscais do Caribe pela filha – e sócia — do ex-governador, Verônica Serra, e por seu genro, Alexandre Bourgeois.

Não há dúvidas de que todos esses tucanos, que ficam apavorados com a possibilidade de se fazer um dossiê com seus dados fiscais, foram agentes da corrupção sistêmica generalizada, promovida na era FHC. Esses senhores que atuavam no “limite da irresponsabilidade”, conforme foi dito por um deles, no diálogo divulgado das conversas telefônicas grampedas, no BNDES.

A bem da verdade, não é apenas os tucanos que ficam apavorados. Mas, toda a elite, inclusive a grande mídia, que sempre mamou nas tetas do governo, à custa das mazelas impostas ao povo.

O cidadão tem direito a ter os seus sigilos fiscais preservados. Mas, o que é inaceitável é a forma tendenciosa e imoral como a mídia trata a questão. Na era FHC, em todos os casos de graves indícios de corrupção ela fingiu-se de morta. Agora, por que esse estardalhaço todo? Não foram só os tucanos que tiveram seus dados cadastrais acessados. Até o presidente Lula e sua família foram vítimas. E Serra sabia disso, desde outubro de 2009. Veja aqui.
Não dá para acreditar na indignação do Serra, um ano depois do fato ocorrido.

Embora a verdade esteja sendo sonegada pela grande mídia, na internet existem matérias esclarecedoras, para quem tiver interesse em saber a verdade e não se deixar manipular, conforme estas que indico abaixo:
Matéria de 14/10/2002 (era FHC) sobre a Empresa da filha de Serra em Miami, com a função de agenciar licitações públicas no Brasil.

Filha de Serra expôs sigilo de 60 milhões de brasileiros – Em 30 de janeiro de 2001, o peemedebista Michel Temer, então presidente da Câmara dos Deputados, enviou um ofício ao Banco Central, comandado à época pelo economista Armínio Fraga. Queria explicações sobre um caso escabroso. Naquele mesmo mês, por cerca de 20 dias, os dados de quase 60 milhões de correntistas brasileiros haviam ficado expostos à visitação pública na internet, no que é, provavelmente uma das maiores quebras de sigilo bancário da história do País. O site responsável pelo crime, filial brasileira de uma empresa argentina, se chamava Decidir.com e, curiosamente, tinha registro em Miami, nos Estados Unidos, em nome de seis sócios. Dois deles eram empresárias brasileiras: Verônica Allende Serra e Verônica Dantas Rodenburg.

Está previsto para ser lançado no próximo ano o livro do jornalista Amaury Jr, sobre toda a corrupção que houve no governo FHC, com as imorais privatizações. As revelações contidas apenas na apresentação desse livro já alopraram o Sr. Serra. Imagina quando for publicado todo o conteúdo do livro? Já da para imaginar a podridão.

Com a leitura desses textos qualquer um entende muito bem o que está em jogo e tentam esconder com esse estardalhaço todo da quebra de sigilo fiscal dos tucanos.

(*) Ester Neves é escritora – autora, entre outros, dos seguintes livros: 1) Uma Ex-tucano Que Caiu na Real; 2) O Papel Social da Mulher Cristã; 3) Frágil? Nem Tanto – A História de Uma Trabalhadora Brasileira Vítima do Neoliberalismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: